Gilmar Mendes, do TSE, acompanha eleição no Amazonas

0
19

O presidente do TribunalSuperior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, está hoje em Manaus, de onde acompanhará todo o processo da eleição suplementar para governador e vice-governador daquele Estado. Mendes deverá conceder entrevista coletiva durante este domingo para dar seus pareceres a respeito do pleito. A expectativa é de que 2,3 milhões de amazonenses compareçam diante das urnas neste domingo.

 

No dia 26 de julho, o ministro Gilmar Mendes já esteve em Manaus e verificou os preparativos da eleição. A previsão do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) é de que a eleição custará algo em torno de R$ 32 milhões, incluindo o deslocamento de tropas das Forças Arma

 

das para assegurar a ordem em diversos municípios do Amazonas.

A eleição direta no Amazonas foi determinada pelo TSE depois que o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) cassou em 2016 os mandatos dos governador José Melo (PROS) e do vice-governador Henrique Oliveira (SD), acusados de compra de votos na eleição de 2014.